Celular em Sala de Aula.

Cada dia que passa fica cada vez mais difícil enfrentar o dilema celular X sala de aula. A fim de que possamos encontrar soluções vamos postar pensamentos encontrados na NET a respeito do assunto. Claro que estamos esperando a sua contribuição. Você pode mandar um e-mail para o NTE e nós divulgaremos sua contribuição.

(… Para estimular a discussão, convidamos Mauricio Petinelli, formado em Comunicação Social e Educador da SDA Pesquisas em Educação.

Maurício comenta que o celular atrai os jovens porque eles fazem parte de uma geração que já cresceu em contato com essa tecnologia. Além disso, o celular tem tudo a ver com o espírito imediatista da sociedade contemporânea. E o aparelho móvel integra ferramentas de comunicação instantânea, que eles adoram – chamada de voz, SMS, bate-papo -, bem como pesquisa, jogo, música.

Para Mauricio, usar o celular de maneira didática depende dos “combinados” entre professor e aluno. O educador deve propor as regras antes. Assim ele cumpre a função de facilitador, e ao mesmo tempo dá ao aluno responsabilidade e autonomia para realizar a proposta pedagógica. No livro “A Riqueza das Redes”, o pesquisador Yochai Benkler comenta justamente sobre autonomia. O autor afirma que o indivíduo autônomo tem capacidade de fazer mais, tanto em benefício próprio quanto coletivamente.

Mauricio também destacou a transversalidade do celular, que pode ser explorado por várias disciplinas. O educador sugere temas, o aluno pesquisa na internet via celular e já mostra na sala de aula o que aprendeu. Outra opção é usar o SMS nas aulas de português para reforçar o ensino da Gramática e Literatura.

As diversas formas de incorporar o celular na pedagogia ainda estão sendo elaboradas. Mauricio sugere que o celular seja aplicado inicialmente na sala de aula. Com o amadurecimento das metodologias, será possível extrapolar os limites da escola, com atividades extracurriculares. O educador conclui que o celular na escola pode proporcionar interação e ampliar o potencial de inteligência coletiva. Mas ainda é preciso uma renovação no modelo de ensino para aceitar esse desafio)

Crédito:  O texto foi extraído do vivoblog.com.br

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s