NTE Prof. Laurentino Ferreira e o UCA em Limoeiro do Ajuru – Parte II

O NTE Prof. Laurentino Ferreira concluiu a primeira etapa da Formação para os professores da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Prof. Jerônimo Milhomem, localizada no município de Limoeiro do Ajuru, do Programa do Governo Federal – UCA – Um Computador por Aluno.

Depois de uma longa jornada, já descrita em postagem anterior, os Professores Jó Elder e Ângelo Góes, ainda na noite do dia 27 de setembro, apresentaram de forma detalhada o Programa UCA. Foi estabelecida uma discussão entre os elementos: Metodologia e Tecnologias no âmbito do processo ensino-aprendizagem. Uma historicização do programa se fez necessária de forma a contextualizar o programa. Além da apresentação de experiências anteriores ocorridas nos locais do pré-piloto.

Como se observa pelas imagens os professores pareceram um tanto apreensivos com o projeto. Havia a sensação de medo do desconhecido. O pensamento de que o difícil era mais forte do que o possível parecia ser sentido em sua concretude na ambiente da sala do primeiro encontro. Mas gradativamente os ânimos foram mudando. A partir do entendimento do funcionamento do projeto os professores passaram a ter uma mudança de atitude verificada facilmente pela visualização dos semblantes dos mesmos.

A perspectiva de se entrar em contato com o laptop punha os professores em estado de adrenalina. Algo muito apreciável de se sentir e de presenciar.

Abrimos o debate, no segundo momento do encontro do dia 27, e os questionamentos foram feitos e respondidos de maneira a satisfazer as necessidades do presente. Ideias surgiram. A percepção de que o projeto não é mais uma obra eleitoreira, e sim um programa realmente comprometido com a evolução da educação pública no Brasil, fez com os professores abraçassem a causa do UCA, independente de cores partidárias ou ideologias dogmáticas. Temos que levar em consideração que estamos em momento de eleição. Momento este onde os professores, de maneira cidadã, se posicionam politicamente. E infelizmente alguns, que absolutamente não é o caso de nenhum professor limoeirense, ainda são levados por sentimentos ideológicos que atrapalham medidas que potencialmente podem melhorar a sociedade brasileira. Essa possível barreira ao trabalho foi ultrapassada. E apostamos na certeza de que o projeto já está dando certo!

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s